Este Blog tem uma média de visitas de 80 pessoas por dia no entanto raramente as pessoas deixam um comentário. Desafio os visitantes do blog a escreverem a opinião acerca do que leram.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

DEFINIÇÃO DE SOBREDOTAÇÃO, CAUSAS E IMPLICAÇÕES

A ambiguidade dos conceitos

Existem outros factores que dificultam as respostas para as questões da sobredotação. Uma das grandes polémicas deste tema deve-se aos conceitos de génio e sobredotado que desde sempre foram confundidos e interligados. Porém, não devem ser considerados como unos ou semelhantes. “Génio” e “sobredotado” fazem referência a fenómenos distintos, o primeiro relacionado com a criatividade e o segundo com a inteligência, tal como o conceito “talento” e “prodígio”. É óbvio que, existindo todo um leque variadíssimo de abordagens científicas e pontos de vista diferentes, nem todos estão de acordo com essa ideia. Uns apoiam a semelhança, outros a desigualdade. São de facto dois fenómenos dotados de alguma ambiguidade, e portanto, complexificam a sua pesquisa e as suas conclusões.
Por isso, uma das formas viáveis para chegarmos a uma definição “universal” de sobredotação, será começar por afirmar aquilo que ela não é. Portanto, para a descrição dos fenómenos de sobredotação e excepcionalidade intelectual convêm delimitar o conceito e distinguir de outros similares, ou seja, o conceito de génio, talento e prodígio.

Sem comentários: